Resultados 1 a 8 de 8

Tópico: Estados fortes e talvez, autoritários

  1. #1
    Avatar de happycobain
    Registro
    11-10-2009
    Posts
    702
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas ForasteiroMain CitizenCríticoAdepto do Off
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão Estados fortes e talvez, autoritários

    Eu estava navegando pelo twitter hoje de manhã e uma notícia me deixou curioso, o seu título era O historiador que previu uma grave crise em 2020 e adverte sobre período perigoso da História.

    Sempre quando vejo títulos assim acho motivo de piadas, geralmente pensando "existem tantas teorias e pessoas, não é difícil alguém chutar uma previsão e acertar". Porém lendo a entrevista, achei os pontos do historiador Neil Howe extremamente cirúrgicos e vejo uma tendência atual a seu pensamento.

    Creio que a tendência seja governos de caráter mais forte daqui pra frente, principalmente pós crise onde todos querem progresso. Isso tem haver também com a falta de representatividade cívica e falta de identidade política que sentimos anos atrás com aquela série de protestos em 2013, seguido do Impeachment e combinada com o mal-estar da Grande Recessão de 2008. Isso por si só já explica o motivo de líderes como Bolsonaro e Trump estarem no poder. Mas meus amigos, o ápice só atingiu agora. Acho uma época perigosa no qual grupos etnocêntricos e autoritários podem tomar o poder, como cita o historiador.

    Outro ponto importante, parafraseando a frase do Howe "Agora todos são socialistas" - frase que muitos podem deturpá-la, diga-si di passagi - me parece dizer a respeito não de sermos socialistas em si, na verdade ao fato de vivermos uma época de protestos grandes contra o racismo e a opressão, o que gera um certo repúdio aos líderes inflexíveis com as minorias e isentos de preocupações sociais. Ou seja, há um choque muito grande entre os atuais conservadores(que parecem a cada dia aumentar em número) x liberais, podendo ser um ponto a se questionar: se realmente poderíamos continuar a apoiar líderes tão poderosos e conservadores.

    No entanto, o tempo é propício e até mesmo necessário/natural. No Brasil, talvez não um Bolsonaro mas um outro nome pode vir a tona quem sabe. Só espero que se ocorrer, o próxima seja mais capaz intelectualmente do que o vulgo chefe da Administração Pública atual.

    BBC - Em seus livros você prevê que em algum momento de 2020 os Estados Unidos teriam uma grande crise comparável com a Independência ou a Guerra Civil. Esta pandemia de coronavírus é parecida com essa crise que você esperava?

    Neil Howe - O que sugerimos é que a história, não só dos Estados Unidos como também de muitas outras partes do mundo, sofre o impulso de um ciclo de gerações que se repete. É quase como as estações do ano. Cada período dura aproximadamente uma geração, uns 20, 22 ou 23 anos, mais ou menos.

    Cada quatro destes períodos - o que chamamos de Quarta Virada - acontece aproximadamente entre 80 e 90 anos depois do começo dos primeiros três.

    Isso realmente se alinha muito bem com as grandes crises cívicas recorrentes na história dos Estados Unidos: a Revolução Gloriosa, a Revolução Americana, a Guerra Civil, a Segunda Guerra Mundial e a Grande Depressão.

    E agora estamos aqui de novo.

    Na década de 1990, dizíamos que estávamos no que chamamos de Terceira Virada, um período de grande individualismo que chegaria ao seu fim em algum momento da primeira década do século 21.

    E que se isso acontecesse até aproximadamente 2010, o novo ciclo provavelmente duraria até 2030 e seria uma era de crise que duraria uma geração, um pouco como o New Deal e a Segunda Guerra Mundial, que realmente começou no final dos anos 1920 indo até o final da década de 1940.

    Nós sugerimos que a parte mais agitada desta era começaria na década de 2020. Então, um ponto crítico de inflexão seria o ano de 2020.

    Agora, pela nossa forma de ver o futuro, a Quarta Virada provavelmente começou com a grande crise financeira e a Grande Recessão, que começaram em 2008 e 2009.

    Então ocorreram grandes mudanças na atitude das pessoas nos Estados Unidos, como o (a ideia de) globalismo, a desigualdade de renda e o populismo, etc.

    Acredito que esse é o começo da segunda metade desta era, que é o ano de 2020. E como acontece, a crise do confinamento pela pandemia coincide perfeitamente com o começo do clímax desta era.

    Então, 2020 é a segunda década da era da crise, em que ocorre a maior parte da ação.

    BBC - Vocês falam de quatro tipos distintos de gerações. Pode explicar essa ideia?

    Howe -
    Há quatro tipos diferentes de gerações, o que chamamos de arquétipos. Um para cada virada ou era, que são esses períodos que duram uns 20 anos.

    A Primeira Virada se parece mais com a primavera, e é uma era posterior à crise. Nos Estados Unidos isso aconteceu desde a metade da década de 1940 até o começo dos anos 1960.

    Foi um período de instituições fortes e um grande sentido de progresso nacional. Um momento em que o individualismo, os inconformistas e até as minorias étnicas raciais eram deixados de lado. Uma era de grande cultura majoritária. E isso foi típico de uma era posterior à crise.

    A Segunda Virada é um despertar. É como o verão.

    É um momento em que, especialmente pela nova geração nascida depois da última crise, todos querem se desfazer das obrigações sociais e redescobrir a sua individualidade, eu próprio sentido de paixão.

    São períodos de agitação, muito criativos e de transformação da cultura, nos valores e no religioso, como ocorreu nos anos 60 e 70.

    A Terceira Virada toma lições do recente despertar sobre a necessidade de se consentir ao indivíduo.

    Nos Estados Unidos isso começou no princípio dos anos 80 e durou até o começo dos anos 2000. Começou com o início da revolução Reagan: menos impostos, menos regulação, mais tolerância com a desigualdade maior e com as diferenças entre os indivíduos, e menos ênfase na coesão social.

    As décadas da Terceira Virada, com as de 1980, 1920 ou 1850, são períodos de cinismo e maus modos. As pessoas vivem suas vidas da forma que querem, independentemente da comunidade. Todos estamos orgulhosos de nós mesmos como indivíduos, mas estamos muito desanimados com respeito a nossa identidade cívica.

    A Quarta Virada é um período de crise política e social, quando nos reinventamos civicamente e renascemos como comunidade nacional.

    De alguma forma nefasta, diria que até agora nos Estados Unidos estes sempre foram períodos de guerra total. Todas as guerras totais nos Estados Unidos aconteceram na Quarta Virada. E em cada Quarta Virada tem havido conflitos.

    Não prevejo que vá ocorrer uma guerra total, mas acredito sim que a guerra expresse ou reflita parte da urgência comunitária que tipicamente vemos nestas crises: o populismo se fortalece, a comunidade começa a exigir muito mais de seus cidadãos, as liberdades individuais se enfraquecem.

    Essas coisas acontecem durante esses períodos que, com certeza, não ocorrem só nos Estados Unidos.

    Esse novo crescimento do populismo e do autoritarismo se produz em grande parte do mundo: em partes da Europa e, particularmente, no Leste da Europa; no sul e no leste da Ásia.

    Se você olha ao redor, vê que isso é assim. Líderes populistas que apelam para a maioria etnocêntrica de sua comunidade.

    É um período perigoso na história. E creio que desde a Segunda Guerra Mundial, grande parte do mundo está em um ciclo generacional muito semelhante.
    Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53183674

    Publicidade:
    Última edição por happycobain; 29-06-2020 às 09:58. Razão: "Poréns" demasiadamente repetidos e QUOTE da entrevista para preguiçosos de plantão

  2. #2
    Avatar de Bob Joe
    Registro
    25-05-2007
    Localização
    Florianópolis
    Posts
    7.146
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    Kevin PostnerOffistaColunistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Em relação a "historiadores que preveem o futuro" acho que o que rola, na real, são analistas políticos e históricos que percebem sinais que se aproximam de mecanismos sociais já vistos e estudados do passado. A História não é cíclica mas ela repete padrões em contextos diferentes, mesmo quando levamos em consideração novas variáveis tecnológicas.

    Esse Howe, que eu não tinha ouvido falar, é apenas mais um analista liberal em meio a vários outros que perceberam que o Estado preparado e engrandecido pelas consequências do socialismo (o de fato, não o boneco de palha neocon) e das consequências da Guerra Fria, está para ser utilizado por um movimento pseudodemocrático que se diz "conservador" mas tem aspirações que ~lembram~ (destaque aqui) fases clássicas do fascismo do início século XX. O que esses movimentos querem, na realidade, é utilizar a democracia como instrumento para corroer a própria democracia, propagando um imaginário (através de factoides e desinformação) que desperte na população o medo de um inimigo invisível e o retorno de pensamentos sectários.

    Dois livros que estou terminando de ler nesse momento (graças ao Corona) e que ajudam a explicar esse movimento: "Fascismo: Um alerta", da Madeleine Albright e, "Como as democracias morrem" de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt.
    Última edição por Bob Joe; 29-06-2020 às 10:44.
    Liga das Lendas: Vintas


    https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/07/Motto_frederick_douglass_2.jpg

  3. #3
    Basterds Boss (Y) Avatar de Don
    Registro
    06-12-2009
    Localização
    Guarulhos
    Idade
    31
    Posts
    7.081
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    NoobNeutroKevin PostnerColunista
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Tem uma coisa que esses caras que prevêem o futuro observando o passado esquecem de considerar, é a internet. Tratam como se fosse mais um trivial meio de comunicação como foi telefone, tv, radio, mas na real mudou totalmente a forma como a humanidade se relaciona, porque você tem todo o mundo conectado ao mesmo e coisas outrora impossíveis agora podem acontecer.

    O mundo agora é completamente diferente, não acho que cabe alguma comparação com século 19 ou 20.


    Quer ver os meus desenho clica na imagem aí então zé

  4. #4
    Avatar de Bob Joe
    Registro
    25-05-2007
    Localização
    Florianópolis
    Posts
    7.146
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    Kevin PostnerOffistaColunistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Don Ver Post
    Tem uma coisa que esses caras que prevêem o futuro observando o passado esquecem de considerar, é a internet. Tratam como se fosse mais um trivial meio de comunicação como foi telefone, tv, radio, mas na real mudou totalmente a forma como a humanidade se relaciona, porque você tem todo o mundo conectado ao mesmo e coisas outrora impossíveis agora podem acontecer.

    O mundo agora é completamente diferente, não acho que cabe alguma comparação com século 19 ou 20.
    Essa frase poderia ter sido dita no surgimento do rádio, do avião, da imprensa, do motor à combustão, da TV ou de qualquer outra tecnologia. Sempre vamos inventar uma que vai modificar totalmente a forma de viver na humanidade. Mas toda tecnologia é apenas a exacerbação de características sociais e antropológicas das sociedades humanas. É claro que a ideia de ciclicidade é errada, os fenômenos históricos não se repetem. Mas existe uma lógica interna histórica em movimentos das sociedades humanas. Afinal, o ser humano ainda é o mesmo.

    Nos dois livros que citei, a internet é levada em conta. E mais, no "Como as democracias morrem" a Internet tem um ponto central como ferramenta de propagação de propaganda ideológica. A internet como difusora de informação, por exemplo, pode acelerar processos de propaganda que eram dependentes dos limitados difusores de informação do passado (feita por jornais e rádio), bem como permitir uma contrapropaganda, que também era limitada (no caso, pelo acesso a essa informação).

    Mas claro, todo esse material não é um exercício de clarividência, a própria existência de livros e pessoas que estão racionalizando os processos recentes já pode ser uma variável que vá afetar a maneira com que todo esse processo vai se desenrolar daqui pra frente. Mas é interessante observar, até para antever alguns movimentos e adotar atitudes práticas para a vida. Por exemplo, na Primavera Árabe, já haviam observadores políticos indicando que algum tipo de movimentação relativo aos conflitos poderia acontecer. Talvez as famílias e investidores que ficaram atentos à isso e montaram um plano B ou tiraram dinheiro dos países envolvidos tenham se dado melhor do que quem não tinha essa informação.
    Última edição por Bob Joe; 29-06-2020 às 11:47.
    Liga das Lendas: Vintas


    https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/07/Motto_frederick_douglass_2.jpg

  5. #5
    Avatar de happycobain
    Registro
    11-10-2009
    Posts
    702
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas ForasteiroMain CitizenCríticoAdepto do Off
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Bob Joe Ver Post
    O que esses movimentos querem, na realidade, é utilizar a democracia como instrumento para corroer a própria democracia, propagando um imaginário (através de factoides e desinformação) que desperte na população o medo de um inimigo invisível e o retorno de pensamentos sectários.
    Bem observado. Na verdade eu estava vendo uma parcela grande de favoráveis a regimes fascistas ou até antissemitas como o nazismo, em panelas espalhadas por chans e algumas redes sociais. E por incrível que pareça eu nunca tinha visto muitos falarem a respeito sobre isso antes, só que como eu não frequentava os mesmo recintos com mesma frequência de antes não da para saber se isso já era comum. Creio que seja por conta desse estouro dos protestos e do termo antifascismo também, talvez por moda ou efeito manada de ambos os lados. Isso andou me fazendo acreditar num possível alarmismo, no aumento de intolerantes antidemocráticos e posteriormente em tempos de autoritarismo. A matéria veio a calhar.






  6. #6
    Avatar de Xinshon
    Registro
    19-09-2004
    Localização
    Curitiba
    Idade
    30
    Posts
    1.312
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Main CitizenAdepto do OffCríticoCitizen
    Prêmios Mãe Dináh - Acertou alguma previsão para o Winter Update 2018Mãe Dináh - Acertou alguma previsão para o Winter Update 2016
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    https://www.youtube.com/watch?v=1qWrQgevCf8&t=891s

    entrevista do ano passado ou retrasado

    Vou traduzir e trazer para a realidade brasileira.

    O ciclo econômico como bem se refere o substantivo é cíclico e nos encontramos no final dele, quanto mais os banco centrais ao redor do mundo aproximam suas taxas de juros próximos a 0% ou a âmbito negativo como em alguns países, há um descolamento da realidade pois os ativos financeiros se sobrevalorizam, o que gera um natural aumento da divisão de classes. Isso na prática se resume a empresas não guardando seus lucros e reinvestindo nas suas operações de trabalho, mas sim na recompra de ações da própria empresa ou de noutrens por essa operação apresentar um retorno superior ao risco de produção, com isto a força de produção é afetada e a demanda de trabalho desnecessária, diminuindo assim a empregabilidade das empresas que refletem. A nível governamental, a taxa de juros impacta no tamanho da dívida fiscal, como o juros é baixo, o governo abre mão de receitas a fim de incentivar o mercado a produzir mais, acaba se endividando cada vez mais e o mercado entra no vício citado na frase anterior. É possível ver o desaquecimento das forças produtivas pelo preço das commodities que estão a níveis muito inferiores aos de 2008;

    Spoiler:


    O problema deste ciclo vicioso é que ele sempre tem um fim e justamente por isto estamos em um período muito semelhante economicamente aos anos 30, o mundo já estava mostrando dados de uma desaceleração global e recessão, por estas razões há a guerra cambial entre EUA x China que nada mais é que desvalorizar a sua moeda para que consiga vender mais na frente do outro, este tópico está adormecido por hora mas deve retornar com força a medida que as forças de produção voltem a normalidade. A covid vem para dar uma voadora matadora nas empresas que não se fortaleceram o suficiente e surfam a liquidez farta, só que ao invés do ciclo acabar e o capitalismo se apresentar quebrando essas merdas, o fed americano fez o seu comunismo econômico de injeção de dinheiro para comprar a dívida podre destas empresas e continuar a sobrevida das empresas que são zumbis. Só que estas ações causam a ruptura de grandes empresas com médias e pequenas, pois estas se fodem enquanto aquelas conquistam. O que desencadeia um efeito cascata na população de concentração de renda e uma necessidade de mudança.

    Tal concentração de renda é demoradamente percebida, gera uma revolta popular nos fracassados do sistema que incentiva teorias da conspiração e ascensões de ditadores, muito se fala sobre o autoritarismo de Trump e Bolsonaro e que estes já seriam os ditadores, mas na verdade o ditador está em processo de gestação e deve aparecer de verdade nos próximos 10-15 anos, fruto desta sociedade medíocre que impõe linhas de pensamento autoritárias, monocráticas e populistas. E quem elegerá este ser será justamente a galera contra as elites, os coringas, assim como foi em 1933, claro tudo em nome do bem comum da casse trabalhadora.
    Última edição por Xinshon; 29-06-2020 às 16:13.

    469 5513632 627485173 1637217367! 3478! 451791612 486486!

    Só sei que nada sei, porém saber o que não se sabe e o porquê de não saber, já é muito saber.

  7. #7
    Avatar de Ozco
    Registro
    27-06-2011
    Idade
    10
    Posts
    2.848
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    CríticoEscritorSagaz CitizenMain Citizen
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Já vivemos em era de autoritarismo, se chama anarco-tirania. Anos e anos de pesquisas sociais para que os tiranos percebam que não precisam de homem de farda com arma pra causar terror e medo no povo, é só soltar o ladrão de galinha pra ele se vingar do dedo duro e causar eterno medo no cidadão comum que foi pacificado e ensinado que com amor e carinho se vence tudo.

    No entanto, o tempo é propício e até mesmo necessário/natural. No Brasil, talvez não um Bolsonaro mas um outro nome pode vir a tona quem sabe.
    Não vai acontecer, a mudança só vem de cima e caso algum grupo poderoso não esteja com sua parcela real da fatia do poder, não vejo nada do tipo no Brasil, os latifundiários tem sua fatia no governo, as empresas estrangeiras, as nacionais, o exército ficou de fora da reforma e os salários estão intocados, ta tudo na normalidade no feudão do Brasil.

  8. #8
    Avatar de Elementar
    Registro
    23-02-2016
    Localização
    São Paulo
    Posts
    1.081
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas NoobForasteiroOffistaMain Citizen
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Depois que acontece o fato, aparecem profetas capazes de prever o imprevisível. Nada novo, mais uma mãe Diná da vida. Me parece os que preveem a data pro final do mundo, uma hora acertam.
    http://i.imgur.com/QCs2kbN.gifv

    “O mundo está cheio de coisas óbvias que ninguém jamais observa." Sherlock Holmes

    Método - Power Magic Level
    10/10
    Frases filosóficas



Tópicos Similares

  1. Jogos de Fórum | Talvez (Nem tão santo) Sabio Oraculo.
    Por $ilmarilion$ no fórum Fora do Tibia - Off Topic
    Respostas: 145
    Último Post: 18-01-2005, 23:36
  2. qual u bixo mais forte que eu solo??
    Por wondus..... no fórum Suporte Geral
    Respostas: 12
    Último Post: 13-10-2004, 21:26
  3. Minha primeira veze no orc forte
    Por Kamui no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 26
    Último Post: 09-10-2004, 00:05
  4. Depois disso q um kina fica forte
    Por Suteba Dark Hell no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 23
    Último Post: 08-10-2004, 18:36
  5. esses kras são fortes?
    Por Alvinho MS no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 18
    Último Post: 25-09-2004, 19:01

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •