Página 55 de 76 PrimeiroPrimeiro ... 545535455565765 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 541 a 550 de 752

Tópico: Governo Jair Bolsonaro [Tópico Oficial]

  1. #541
    Avatar de Paulo Guedes
    Registro
    10-11-2018
    Idade
    69
    Posts
    54
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas CitizenEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Poncheis Ver Post


    Quando você vai botar seus colegas para fazerem um trabalho decente para não continuarem sendo humilhados pela oposição, @Paulo Guedes?
    Eu não respondo pelos outros ministros. Eu respondo apenas pela pauta econômica. O "problema" é que a pauta econômica é a única que importa. Por mim acabava o MEC, privatizava todas as escolas, e o voucher educação seria implementado. Mas infelizmente, ou felizmente, existem muitos trâmites que devem ser seguidos antes. Claro que no mundo ideal, de sonhos, e utópico, o congresso poderia votar ao mesmo tempo o projeto do Moro, a reforma da previdência, privatizações de estatais e das escolas públicas, etc. Mas existe essa putaria de "aprovar um de cada vez", e Rodrigo Maia só desistiu e mijou no piniquinho porque o autor das propostas era ninguém mais e ninguém menos que o lendário Sérgio Moro. Eu arrisco dizer que se o ministro da justiça fosse outro, Maia não teria voltado atrás e teria insistido em não pautar os projetos com a desculpa da "reforma primeiro".

    Maia não só admitiu na entrevista ao Datena que exagerou com Sérgio Moro, como voltou atrás e pautou o projeto.



    Só o que eu espero é que os livros didáticos ensinem sobre o liberalismo sem ser do ponto de vista do "neoliberalismo", sem ser de um ponto de vista crítico. Nos livros escolares, o único capitulo dedicado ao liberalismo é feito sempre com críticas negativas, do ponto de vista de quem não concorda. Mas essa conclusão deve ser tirada pelo próprio aluno. o liberalismo só é apresentado dizendo "NEOliberalismo", "não deu certo com FHC" (como se privatizar uma ou outra estatal significasse liberalismo, lol").

    Então com certeza muitos vão acusar o ministro da educação de tentar doutrinar o aluno, mas na verdade quem faz isso por décadas impunemente(e isso é improbidade administrativa) é a esquerda. O ministro da educação só quer balancear as coisas. Se ele colocar nos livros alguma crítica a uma política econômica específica que ele não goste(exemplo: keynesianismo), então eu sou contra.


    Você não concorda que o liberalismo deva ser apresentado ao aluno de forma favorável, e do ponto de vista de quem concorda. E teorias econômicas de esquerda, estatizantes ou contrárias ao liberalismo, também devem ser apresentadas de um ponto de vista favorável. Cabe ao aluno optar por qual teoria ele prefere, sem ser influenciado pela opinião do professor. O aluno deve chegar em suas conclusões sozinho.

    Já ouvi relatos de vários alunos, de vários tipos de cursos, que estavam tendo aulas de professores defendendo o comunismo, que citaram Mises, Hayek, entre outros, e o professor, com doutorado, e salário obsceno, não tinha sequer ouvido falar neste autores. Um professor universitário que se presta a fala de economia e política que não nem quem é Mises? O cara não ter lido, beleza, é errado mas aceitável. Mas o cidadão não saber nem quem foi Mises, nunca ter ouvido falar em Hayek, ou Thomas Sowell(pra citar um mais recente) então é porque ele não sabe nada de liberalismo. Falam mal do liberalismo, mas nunca nem ouviram falar de Mises. Ou seja: eles não conhecem o liberalismo. Eles sequer sabem do que se trata.

    Publicidade:
    Última edição por Paulo Guedes; 04-04-2019 às 04:50.

  2. #542
    Avatar de mestre do yellow
    Registro
    25-09-2006
    Localização
    ____Glitch City____ Avatar: Pokémon glitch dos jogos Red/Blue, Missingno.
    Idade
    31
    Posts
    9.207
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    ForasteiroColunistaCríticoEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Flea Ver Post
    Dólar, às 12:22, está a 3,976, maior valor desde outubro de 2018.

    https://veja.abril.com.br/economia/g...ia-nao-avance/


    E U A V I S E I


    https://g1.globo.com/politica/blog/m...uinta-28.ghtml


    E SIGO AVISANDO.

    Não me venham com essa dita "imprensa" que é composta por youtubers que propagam meias verdades. Vocês só estão criticando Globo, Veja, Grupo Folha, Estado de SP porque estão noticiando as seguidas CAGADAS que o mico de vocês não cansa de fazer. Quando esses mesmos órgãos estavam atacando o PT, não tinha uma crítica de vocês. Vocês são hipócritas.
    @Flea


    (Agradecido se alguem me quotar para o sujeito me ler, já que me bloqueou)

  3. #543
    Avatar de Poncheis
    Registro
    19-01-2010
    Localização
    Rio Branco
    Posts
    2.631
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas NoobSagaz CitizenCríticoOffista
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Paulo Guedes Ver Post
    Eu não respondo pelos outros ministros. Eu respondo apenas pela pauta econômica. O "problema" é que a pauta econômica é a única que importa. Por mim acabava o MEC, privatizava todas as escolas, e o voucher educação seria implementado. Mas infelizmente, ou felizmente, existem muitos trâmites que devem ser seguidos antes. Claro que no mundo ideal, de sonhos, e utópico, o congresso poderia votar ao mesmo tempo o projeto do Moro, a reforma da previdência, privatizações de estatais e das escolas públicas, etc. Mas existe essa putaria de "aprovar um de cada vez", e Rodrigo Maia só desistiu e mijou no piniquinho porque o autor das propostas era ninguém mais e ninguém menos que o lendário Sérgio Moro. Eu arrisco dizer que se o ministro da justiça fosse outro, Maia não teria voltado atrás e teria insistido em não pautar os projetos com a desculpa da "reforma primeiro".

    Maia não só admitiu na entrevista ao Datena que exagerou com Sérgio Moro, como voltou atrás e pautou o projeto.



    Só o que eu espero é que os livros didáticos ensinem sobre o liberalismo sem ser do ponto de vista do "neoliberalismo", sem ser de um ponto de vista crítico. Nos livros escolares, o único capitulo dedicado ao liberalismo é feito sempre com críticas negativas, do ponto de vista de quem não concorda. Mas essa conclusão deve ser tirada pelo próprio aluno. o liberalismo só é apresentado dizendo "NEOliberalismo", "não deu certo com FHC" (como se privatizar uma ou outra estatal significasse liberalismo, lol").

    Então com certeza muitos vão acusar o ministro da educação de tentar doutrinar o aluno, mas na verdade quem faz isso por décadas impunemente(e isso é improbidade administrativa) é a esquerda. O ministro da educação só quer balancear as coisas. Se ele colocar nos livros alguma crítica a uma política econômica específica que ele não goste(exemplo: keynesianismo), então eu sou contra.


    Você não concorda que o liberalismo deva ser apresentado ao aluno de forma favorável, e do ponto de vista de quem concorda. E teorias econômicas de esquerda, estatizantes ou contrárias ao liberalismo, também devem ser apresentadas de um ponto de vista favorável. Cabe ao aluno optar por qual teoria ele prefere, sem ser influenciado pela opinião do professor. O aluno deve chegar em suas conclusões sozinho.

    Já ouvi relatos de vários alunos, de vários tipos de cursos, que estavam tendo aulas de professores defendendo o comunismo, que citaram Mises, Hayek, entre outros, e o professor, com doutorado, e salário obsceno, não tinha sequer ouvido falar neste autores. Um professor universitário que se presta a fala de economia e política que não nem quem é Mises? O cara não ter lido, beleza, é errado mas aceitável. Mas o cidadão não saber nem quem foi Mises, nunca ter ouvido falar em Hayek, ou Thomas Sowell(pra citar um mais recente) então é porque ele não sabe nada de liberalismo. Falam mal do liberalismo, mas nunca nem ouviram falar de Mises. Ou seja: eles não conhecem o liberalismo. Eles sequer sabem do que se trata.
    Tudo bem, o problema é que o ministro da educação mostrou ter nenhum conhecimento da complexidade da educação do Brasil e sequer é capaz de cumprir com seu papel de ministro de ficar por dentro da situação dos seus projetos. Até você fundamentou mais que ele. Acabou que ele foi trucidado pela Tabata Amaral apenas com perguntas.

  4. #544
    Avatar de Sete
    Registro
    10-09-2005
    Posts
    3.615
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    ForasteiroSagaz CitizenOffistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por mestre do yellow Ver Post
    @Flea


    (Agradecido se alguem me quotar para o sujeito me ler, já que me bloqueou)
    Eu ia quotar mas

  5. #545
    Avatar de Bob Joe
    Registro
    25-05-2007
    Localização
    Florianópolis
    Posts
    6.842
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    Kevin PostnerOffistaColunistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Volto aqui para comemorar a possível queda do meu, ainda chefe, ministro colombiano. Algumas movimentações de gestão no MEC indicam que isso deve acontecer mesmo, que dessa vez o Bolsonaro não vai adiar o inevitável só por birra de furo de reportagem da Globo.

    Já passou da hora, desde os primeiros dias já foi possível notar a incapacidade administrativa dessa gestão. Quando comentei sobre a infame "cartinha às escolas", sublinhei que a maior crítica foi à forma com que tudo estava se dando até aquele momento em termos administrativos. Para vocês que estão acompanhando através da imprensa, a coisa talvez não esteja tão ruim, mas pra quem está dentro da educação federal, que está intimamente atrelada à administração do MEC, a coisa está periclitante. É o famoso "se vocês soubessem, estariam enojados". Vários sistemas importantes estão fora do ar desde janeiro, por consequência de exonerações, a maioria aparentemente ideológicas e/ou partidárias. Nada anda se não for para secretarias que ainda se mantiveram de pé e, mesmo assim, anda devagar, porque os funcionários técnicos (servidores concursados) estão perdidos pela falta de capacidade de gestão dos novos servidores comissionados (sem concurso, indicados politicamente). Isso em alguns ministérios (como no Turismo) não causa graves problemas. Mas para a Educação, que é periódica, está totalmente atrelada ao Estado e precisa de atenção de urgência, estamos rumando para um ano perdido.

    Acho que cabe uma autocrítica da galera bolsonarista e do pessoal de direita conservadora, acerca de dois pontos:

    - A tarefa de um ministro de Estado é, majoritariamente, de gestão. Nessa nomeação do Velez, um cara que nunca gerenciou nem creche e pré-primário, ficou a impressão que os setores ideológicos do governo acreditavam que a função de um ministro da Educação seria criticar o Paulo Freire, perseguir professor comuna e ensinar civismo e valores morais para a molecada. Quando, na realidade, o trabalho de um ministro de Estado é de gestão pública: pensar e redigir projetos de gestão pública, redigir editais, assinar papelada, organizar a máquina pública, analisar números, dentre outras. A rotina e responsabilidade de um ministro são compatíveis às de um executivo top de multinacional, não é para qualquer um.

    - É preciso assumir que, talvez, a direita conservadora no Brasil seja tão pouco expressiva ideologicamente que não possua quadros competentes o suficiente, e que estejam dispostos a assumir essa bucha. A maioria dos olavetes, como é o caso do Velez, são profissionais fracassados em suas respectivas profissões, que se apoiam na narrativa de perseguição ideológica para justificar esse fracasso. Existem ótimos profissionais dentro do MEC que são de esquerda (diria que a maioria dos bons profissionais da educação hoje são de esquerda) e isso não deveria ser um problema. Nenhum gestor competente deixa de contratar um técnico excelente e que entrega só porque o cara não "veste a camisa" da empresa.


    Acredito que, se o próximo ministro do MEC não for um militar da área de educação ou um cara com experiência de gestão na educação (como o Mozart Neves, antigo cotado para a função, que caiu por culpa da "Bancada Evangélica" ou o grego da FGV, o Stavros Xanthopoylos), estamos fadados a finalizar o ano da educação do Brasil com o pior desempenho em décadas.



    P.S.: Quanto às brigas dentro do ministério, comenta-se à boca miúda que os militares não estão exatamente putos pela área ideológica estar no comando. Competentes e metódicos que são, eles estão é abismados com a incapacidade de certas pessoas que foram nomeadas para as secretarias. É coisa de secretário de pasta importante que delegou todo o trabalho para algum servidor concursado e competente do MEC porque não consegue utilizar um sistema que seja sozinho. Surreal.
    P.S.2: Já existem pedidos para que certas secretarias e setores sejam assumidos por servidores de carreira, ao invés de indicados políticos. Isso ajudaria a agilizar diversas decisões técnicas que ainda não foram tomadas, mesmo com o ano letivo já em andamento.





    Última edição por Bob Joe; 05-04-2019 às 12:19.
    Liga das Lendas: Vintas


    https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/07/Motto_frederick_douglass_2.jpg

  6. #546
    Avatar de Morgoth Bauglir
    Registro
    11-01-2007
    Localização
    São Paulo
    Posts
    4.705
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    MissionárioComandanteSoldadoNaturalista
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Bom, pelo menos tem algum tipo de avanço sendo encaminhado no home schooling para não ser um ano totalmente perdido

    Enviado de meu Redmi Note 3 usando o Tapatalk

  7. #547
    Avatar de Bob Joe
    Registro
    25-05-2007
    Localização
    Florianópolis
    Posts
    6.842
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    Kevin PostnerOffistaColunistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Morgoth Bauglir Ver Post
    Bom, pelo menos tem algum tipo de avanço sendo encaminhado no home schooling para não ser um ano totalmente perdido

    Enviado de meu Redmi Note 3 usando o Tapatalk
    Não consigo ver isso como avanço do MEC ou da educação do Brasil.

    Homeschooling não vai atingir nem 0,01% dos estudantes do país. Apenas uma ínfima parcela de um estrato social que já é privilegiado (quem pode ensinar em casa e ainda proporcionar educação suplementar para os filhos, em geral, é classe média alta pra cima). Nem nos EUA, onde o modelo é regulamentado, existe algum tipo de impacto social perceptível. Pelo contrário, é mais uma sobrecarga em estruturas de fiscalização do Estado, que precisam garantir que a educação está realmente sendo feita.

    É um avanço em questão de liberdade, sem dúvidas, mas é inócuo em relação à melhoria de indicadores de educação.
    Última edição por Bob Joe; 05-04-2019 às 18:07.
    Liga das Lendas: Vintas


    https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/07/Motto_frederick_douglass_2.jpg

  8. #548
    Avatar de GrYllO
    Registro
    09-10-2004
    Localização
    Contagem
    Idade
    33
    Posts
    15.964
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas RepórterParrot
    NoviçoVigiaSoldadoPastor
    Prêmios Guardião do GF - pelos serviços prestados à comunidade
    Peso da Avaliação
    120

    Informação

    Citação Postado originalmente por Bob Joe Ver Post
    Volto aqui para comemorar a possível queda do meu, ainda chefe, ministro colombiano. Algumas movimentações de gestão no MEC indicam que isso deve acontecer mesmo, que dessa vez o Bolsonaro não vai adiar o inevitável só por birra de furo de reportagem da Globo.

    Já passou da hora, desde os primeiros dias já foi possível notar a incapacidade administrativa dessa gestão. Quando comentei sobre a infame "cartinha às escolas", sublinhei que a maior crítica foi à forma com que tudo estava se dando até aquele momento em termos administrativos. Para vocês que estão acompanhando através da imprensa, a coisa talvez não esteja tão ruim, mas pra quem está dentro da educação federal, que está intimamente atrelada à administração do MEC, a coisa está periclitante. É o famoso "se vocês soubessem, estariam enojados". Vários sistemas importantes estão fora do ar desde janeiro, por consequência de exonerações, a maioria aparentemente ideológicas e/ou partidárias. Nada anda se não for para secretarias que ainda se mantiveram de pé e, mesmo assim, anda devagar, porque os funcionários técnicos (servidores concursados) estão perdidos pela falta de capacidade de gestão dos novos servidores comissionados (sem concurso, indicados politicamente). Isso em alguns ministérios (como no Turismo) não causa graves problemas. Mas para a Educação, que é periódica, está totalmente atrelada ao Estado e precisa de atenção de urgência, estamos rumando para um ano perdido.

    Acho que cabe uma autocrítica da galera bolsonarista e do pessoal de direita conservadora, acerca de dois pontos:

    - A tarefa de um ministro de Estado é, majoritariamente, de gestão. Nessa nomeação do Velez, um cara que nunca gerenciou nem creche e pré-primário, ficou a impressão que os setores ideológicos do governo acreditavam que a função de um ministro da Educação seria criticar o Paulo Freire, perseguir professor comuna e ensinar civismo e valores morais para a molecada. Quando, na realidade, o trabalho de um ministro de Estado é de gestão pública: pensar e redigir projetos de gestão pública, redigir editais, assinar papelada, organizar a máquina pública, analisar números, dentre outras. A rotina e responsabilidade de um ministro são compatíveis às de um executivo top de multinacional, não é para qualquer um.

    - É preciso assumir que, talvez, a direita conservadora no Brasil seja tão pouco expressiva ideologicamente que não possua quadros competentes o suficiente, e que estejam dispostos a assumir essa bucha. A maioria dos olavetes, como é o caso do Velez, são profissionais fracassados em suas respectivas profissões, que se apoiam na narrativa de perseguição ideológica para justificar esse fracasso. Existem ótimos profissionais dentro do MEC que são de esquerda (diria que a maioria dos bons profissionais da educação hoje são de esquerda) e isso não deveria ser um problema. Nenhum gestor competente deixa de contratar um técnico excelente e que entrega só porque o cara não "veste a camisa" da empresa.


    Acredito que, se o próximo ministro do MEC não for um militar da área de educação ou um cara com experiência de gestão na educação (como o Mozart Neves, antigo cotado para a função, que caiu por culpa da "Bancada Evangélica" ou o grego da FGV, o Stavros Xanthopoylos), estamos fadados a finalizar o ano da educação do Brasil com o pior desempenho em décadas.



    P.S.: Quanto às brigas dentro do ministério, comenta-se à boca miúda que os militares não estão exatamente putos pela área ideológica estar no comando. Competentes e metódicos que são, eles estão é abismados com a incapacidade de certas pessoas que foram nomeadas para as secretarias. É coisa de secretário de pasta importante que delegou todo o trabalho para algum servidor concursado e competente do MEC porque não consegue utilizar um sistema que seja sozinho. Surreal.
    P.S.2: Já existem pedidos para que certas secretarias e setores sejam assumidos por servidores de carreira, ao invés de indicados políticos. Isso ajudaria a agilizar diversas decisões técnicas que ainda não foram tomadas, mesmo com o ano letivo já em andamento.
    Não comemora de véspera pra não zicar, heim?

    Concordo parcialmente com o exposto. No entanto, além da aparente incapacidade gerencial, há o fator sabotagem que não pode e nem deve ser ignorado. Independentemente da capacidade gerencial de quem estiver à frente do MEC, haverá sabotagem por conta de divergência ideológica.

    Agora, uma coisa é certa: se Velez cair (e isso não é demérito pra governo algum reconhecer que escolheu alguém inadequado para função e substituí-lo por alguém melhor), já podem esperar alguém mais duro, pois o aparelhamento continua lá (e a "Lava Jato da Educação" continuará, independentemente de uma troca de comando).

    Tudo indica que vai cair mesmo, mas ainda haverá uma conversa definitiva na segunda:

    Atenciosamente,
    Felipe "GrYllO"

    Galera, eu não tiro dúvidas por Mensagem Privada. Se precisarem de ajuda, tentem usar a pesquisa para ver se a dúvida já não foi solucionada antes e, em caso negativo, criem 1 tópico na seção adequada do Suporte ou mesmo na seção Tecnologia (pro caso de uma dúvida técnica não relacionada ao Tibia). Beleza?

    Intel Core i5 4460 @ 3.4GHz | MSI Z97-G43 Gaming | 12GB Kingston DDR3 @ 666Mhz (9-9-9-24) | GALAX GeForce GTX 1050 Ti EXOC 4GB | 240GB Kingston SV300S37A240G | x2 500GB Seagate ST3500418AS RAID 0 | 1TB Seagate ST1000LM024 | CoolerMaster Silent Pro M700 | NZXT H2 Silent Chassis | Corsair Hydro Series H90 | Windows 10 Pro x64
    Meu coração pertence à Valéria Freitas.

    proposta ativa: Atualizem o Software do Fórum oficial!

  9. #549
    Avatar de Poncheis
    Registro
    19-01-2010
    Localização
    Rio Branco
    Posts
    2.631
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas NoobSagaz CitizenCríticoOffista
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Se a "extrema-imprensa" publica uma matéria dizendo que o ministro X vai ser exonerado: "MANIPULADORES FDPS, ESTÃO CONTRA O BR"

    Se o Salnorabo exonera esse mesmo ministro algum tempo depois: "Que bom que ele reconhece seus próprios erros"

  10. #550
    Basterds Boss (Y) Avatar de Don
    Registro
    06-12-2009
    Localização
    Guarulhos
    Idade
    30
    Posts
    6.707
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    NoobNeutroKevin PostnerColunista
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Poncheis Ver Post
    Se a "extrema-imprensa" publica uma matéria dizendo que o ministro X vai ser exonerado: "MANIPULADORES FDPS, ESTÃO CONTRA O BR"

    Se o Salnorabo exonera esse mesmo ministro algum tempo depois: "Que bom que ele reconhece seus próprios erros"
    Não tem muito a ver isso aí né poncha, se você tem um amigo que ta casado com uma mulher zuada, que trata ele mal, e ta sabendo que eles podem se separar, você não vai sair por aí gritando "Ó LÁ, TÃO SEPARANDO, FALEI QUE ERA UMA MERDA ESSA MINA" até porque você não sabe se é isso mesmo que seu amigo quer, pode ser que ele mude de ideia. Mas quando separar você pode falar "você fez o certo, ela era péssima, parabéns pela decisão".

    Eu acho bom a gente pegar no pé e criticar, mas ficar plantando notícia antes delas acontecerem eu acho que é querer prejudicar o bom andamento do governo.

    Publicidade:


    Quer ver os meus desenho clica na imagem aí então zé



Tópicos Similares

  1. Jogos | Half-Life 2: Tópico Oficial!
    Por *DangerBoy* no fórum Fora do Tibia - Off Topic
    Respostas: 33
    Último Post: 29-03-2013, 17:02
  2. *Grand Theft Auto: San Andreas* (Tópico Oficial)
    Por Powpowpa no fórum Fora do Tibia - Off Topic
    Respostas: 47
    Último Post: 29-12-2006, 22:27
  3. Futebol "Pretenção de tópico oficial"
    Por Jonh no fórum Fora do Tibia - Off Topic
    Respostas: 185
    Último Post: 25-09-2005, 21:01
  4. ORSHABAAL EM TITANIA - TÓPICO OFICIAL
    Por Lerguino Fierro no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 27
    Último Post: 13-09-2005, 12:23
  5. ORSHABAAL - CALMERA - TÓPICO OFICIAL DE SSs
    Por Lerguino Fierro no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 89
    Último Post: 07-09-2005, 22:41

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •