Agradecer Agradecer:  0
Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
Resultados 11 a 15 de 15

Tópico: Homossexualismo: Juiz Federal libera tratamento

  1. #11
    Avatar de Shadownmancer
    Registro
    14-06-2006
    Idade
    25
    Posts
    490
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EscritorAdepto do OffCríticoCitizen
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Águadoisóh Ver Post
    Não resolveu nada. Primeiro que ele obviamente fala isso do ponto de vista ancap dele. Ele diz que a pessoa, adulta, consentindo tem o direito de comprar a terapia de picaretagem. Primeiro que nem todos os casos são adultos que consentem, é bem conhecido que muitos pais forçam os filhos a tratarem sua "gayzisse" porque eles não aceitam, e sendo o filho menor de idade, ele perde o amparo legal com essa lei aprovada.
    No vídeo ele faz um adendo em casos de crianças, ele diz q nesse caso é diferente e neste caso é discutível

    Segundo que estamos falando de um campo médico, e não de venda de miçanga na praia. Mesmo o adulto capaz de consentir não tem conhecimento do assunto quando vai no escritório, afinal, é pra isso que ele tá lá. Isso significa que a pessoa vai, por ignorância e possível manipulação do psicólogo fazer um tratamento historicamente conhecido por ser não só 100% inefetivo, como algo perigoso que pode causar sofrimento para a pessoa e deixar ela pior do que já estava.
    Quem manda ser burro? Nao vou assistir o video de novo agora pq nao to com tempo agora, mas se n me engano o cara do vídeo fala q no contrato ele tem q ser informadso que nao há provas e evidências científicas da eficáfia...É tipo uma homeopatia, cura espiritual, pagélança(de Pagés), shamanismo ou qualquer outra charlatanice desse tipo tambem teria q ser proibida.

    "bla bla bla temos que usar a força violenta do estado para evitar que pessoas desinformadas sofram",(o estado q garante a força dos conselhos de psicologia de cassar a licença). Que bom que temos Paulo Maluf e cia para garantir que as pessoas não sofram não é mesmo?

    Quanto a fazer pesquisas: Isso não é proibido, o que é proibido é tratar como doença, já que esse é um assunto já pesquisado e determinado. Além disso, a pesquisa na área não é feito por psicólogo clínico, os pesquisadores não precisam dessa lei para fazer pesquisa na sua área. Além disso, pesquisas feitas sobre reversão sexual ou qualquer coisa do tipo já existem, há várias décadas, e todas elas dizem o mesmo: é tudo picaretagem, não existe cura. É óbvio que isso tudo é uma desculpa de religioso folgado que quer se meter na vida sexual dos outros. Como ele mesmo diz no vídeo, 60% dos tratamentos são os pais que deveriam ser tratados, e isso mesmo também é argumento contra essa lei, já que serve pra dizer que é o preconceito que leva ao sofrimento, e uma lei dessas só facilitaria a expansão desse preconceito.


    Quanto a proibir picaretagem, se essa picaretagem traz risco potencial a vida do indivíduo, então não é absurdo querer proibir,
    é absurdo sim, quem é vc pra querer proibir oq um adulto consciente e informado sobre os risco e ineficácia do tratamento faz com a própria vida? Oras, se esta tao preocupado com os outros pq nao pagas as contas de água e luz dos mesmos? palpite e proibir todo mundo quer, mas pagar as contas dos outros ai ninguem quer nao é?



    mas astrologia ou acupuntura não te colocam numa situação frágil e danosa ao seu ser como a terapia de reversão sexual o faz. Não é comparável, uma coisa até tem efeito placebo e geralmente só faz a pessoa acreditar que tá bem, a outra causa sofrimento desnecessário e substitui diretamente o tratamento correto e impede qualquer tipo de comunicação válida.
    Teríamos que proibir cigarro, bebidas alcoólicas etc. Não sei qual a diferença entre o cara ser adulto e livre pra morrer consumindo estas substâncias, ou entre fazer uma cura gay. Mesma coisa dita acima. Eu citei cura espiritual e homeopatia em casos onde a pessoa recusa o tratamento de uma doença que pode mata-lo e recorre apenas a estas alternativas. Vamos dar quimioterapia pra essas pessoas na marra? Se o cara sabe q o tratamento comprovado eh quimio, e q homeopatia nao tem provas de sua eficácia, ou cura espiritual, e mesmo assim quer fazer, problema é dele. Adulto e consciente. E outra, a cura gay não "impede qualquer tipo de comunicação válida" nem
    "substitui diretamente o tratamento correto" por si só, quem faz isso é O PRÓPRIO PACIENTE UTILIZANDO A SUA LIBERDADE.

    Liberdade não é só pra fazer aquilo que você acha correto. Liberdade é liberdade até mesmo para passar fome, morrer na mão de curadores espirituais(Marcelo Rezende manda abraços) ou mesmo fazer cura gay sem eficácia). Não é correto você dizer "o cidadão é livre pra fazer aquilo que eu acho que ele deve fazer."

    Publicidade:
    Última edição por Shadownmancer; 20-09-2017 às 11:39.


    http://veja.abril.com.br/economia/qu...uando-cai-nao/

    "eu não sei nem falar direito a palavra"

  2. #12
    Avatar de Bob Joe
    Registro
    25-05-2007
    Localização
    Juiz de Fora
    Posts
    6.254
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Nobre
    Kevin PostnerOffistaColunistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    É preciso muito cuidado para esse argumento de liberdade. A gente não vive uma sociedade verdadeiramente livre, onde o Estado está distante de querer impor coisas às nossas vidas e onde todo indivíduo tem consciência da individualidade do outro.

    Observem, quem mais comemorou a decisão do juiz foram exatamente aqueles que, desde de sempre, querem tornar a homossexualidade algo criminoso. O Malafaia quase gozou no twitter. O argumento jurídico não se constrói apenas das palavras escritas, mas sim do cenário e do contexto. "Na Rússia, ser homossexual não é crime". Essa sentença é verdadeira. Mas ao transformar qualquer ato de carinho entre duas pessoas do mesmo sexo em "apologia ao homossexualismo", a consequência prática é a criminalização.

    Eu não sou a favor de conselho profissional, os próprios tem suas contradições graves (como, por exemplo, o conselho de medicina considerar a homeopatia uma prática médica). Mas, uma vez que os temos estabelecidos, tampouco sou a favor que o Estado diga o que o conselho deve ou não aceitar como prática profissional. Em um contexto onde o caminho é estreito (ou seja, onde não há verdadeira liberdade de escolha e nem cultura de liberdade), isso pode servir para validar muita pseudociência e interferência política em campo científico.


    Enfim, independente de questões jurídicas ou política, o gay jovem ainda continua o lado mais fraco da corda. Então, pra quem verdadeiramente se importa com isso, acho que mais do que nunca se faz necessário buscar ajudar e conscientizar pais e responsáveis sobre a sexualidade dos seus filhos. E ajudar qualquer menino ou menina que claramente esteja passando por essas dificuldades de identidade sexual. Fortalecer a individualidade e tentar incentivar uma independência precoce, porque muitas famílias simplesmente nunca vão aceitar.

    Independente do contexto, os inimigos vão ser sempre os mesmos: pessoas babacas, ignorantes e/ou cruéis. Eles só aumentam ou diminuem de número (principalmente os ignorantes). E basta uma situação de instabilidade pra voltarmos a um mundo onde as pessoas precisam esconder a própria sexualidade.
    Última edição por Bob Joe; 21-09-2017 às 11:37.
    Liga das Lendas: Vintas


    https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/07/Motto_frederick_douglass_2.jpg

  3. #13
    Avatar de Dew
    Registro
    20-07-2016
    Posts
    28
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas NewcomerEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Eu estava ansioso pela coluna do Lênio dessa semana. Aqui uma boa leitura, muito sensata, do que anda ocorrendo.
    Como bom samaritano destaco alguns trechos:

    Nos últimos dias, tivemos juízes, não contentes em fazer juízos morais (!), fazendo juízos estéticos (!!) (ver aqui); decidindo favoravelmente à possibilidade de tratamento voluntário de homossexuais (foi chamado de “cura gay” pela imprensa [sic] ver aqui); e dizendo que espancar e cortar os cabelos da filha é “medida corretiva” (ver aqui). Não entremos nos detalhes de cada um desses casos. Não é necessário. O ponto é que se o juiz acha que é possível exemplar a filha, fazer juízos acerca da possibilidade de tratamento da homossexualidade e censurar obras de arte, eis aqui os exemplos do solipsismo judicial e seus adeptos.
    O juiz que i) autoriza — liminarmente (qual seria a urgência da liberação?) — que psicólogos ofereçam tratamento para quem se sente desconfortável como gay[1] (vejam: estou tentando dizer isso de modo bem politicamente correto — li várias vezes a decisão), ii) o juiz que fundamenta decisão sobre proibição de peça teatral com base em “mau gosto”, iii) o juiz que caracteriza espancar a filha com um fio elétrico como “exercício regular de um direito” ... são exemplos de como atua o sujeito solipsista, o Selbstsüchtiger. O mesmo ocorre quando prende por prender, solta por soltar, ignora dispositivos de lei e da CF, concede metade da herança para amante, atribui meses de licença conforme ele julga mais apropriado, rejeita embargos alegando livre convencimento, etc; age exatamente como solipsista (ainda que não se dê conta, é claro).
    De todo modo, a) se é possível autorizar que psicólogos tratem da (re)orientação de homossexuais, b) se é possível dar palpite sobre estética e dizer o que é bom ou mau gosto,[2] e c) se é possível ao juiz até determinar o modo como um pai deve fazer para “curar” a rebeldia de sua filha (surrando-a), permito-me uma ironia: por que não apelar ao CNJ para que autorize a cura de solipsismos judiciais desse jaez? Afinal, se a tradução correta de solipsismo é “viciado em si mesmo”, vícios devem ter cura, pois não? Se não autorizar, poderia dizer “que não está proibida a reorientação epistêmica...”.
    http://www.conjur.com.br/2017-set-21...uiz-solipsista

  4. #14
    Avatar de Sete
    Registro
    10-09-2005
    Posts
    2.876
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Sagaz CitizenOffistaEscritorCrítico
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Shadownmancer Ver Post
    No vídeo ele faz um adendo em casos de crianças, ele diz q nesse caso é diferente e neste caso é discutível



    Quem manda ser burro? Nao vou assistir o video de novo agora pq nao to com tempo agora, mas se n me engano o cara do vídeo fala q no contrato ele tem q ser informadso que nao há provas e evidências científicas da eficáfia...É tipo uma homeopatia, cura espiritual, pagélança(de Pagés), shamanismo ou qualquer outra charlatanice desse tipo tambem teria q ser proibida.

    "bla bla bla temos que usar a força violenta do estado para evitar que pessoas desinformadas sofram",(o estado q garante a força dos conselhos de psicologia de cassar a licença). Que bom que temos Paulo Maluf e cia para garantir que as pessoas não sofram não é mesmo?







    é absurdo sim, quem é vc pra querer proibir oq um adulto consciente e informado sobre os risco e ineficácia do tratamento faz com a própria vida? Oras, se esta tao preocupado com os outros pq nao pagas as contas de água e luz dos mesmos? palpite e proibir todo mundo quer, mas pagar as contas dos outros ai ninguem quer nao é?





    Teríamos que proibir cigarro, bebidas alcoólicas etc. Não sei qual a diferença entre o cara ser adulto e livre pra morrer consumindo estas substâncias, ou entre fazer uma cura gay. Mesma coisa dita acima. Eu citei cura espiritual e homeopatia em casos onde a pessoa recusa o tratamento de uma doença que pode mata-lo e recorre apenas a estas alternativas. Vamos dar quimioterapia pra essas pessoas na marra? Se o cara sabe q o tratamento comprovado eh quimio, e q homeopatia nao tem provas de sua eficácia, ou cura espiritual, e mesmo assim quer fazer, problema é dele. Adulto e consciente. E outra, a cura gay não "impede qualquer tipo de comunicação válida" nem
    "substitui diretamente o tratamento correto" por si só, quem faz isso é O PRÓPRIO PACIENTE UTILIZANDO A SUA LIBERDADE.

    Liberdade não é só pra fazer aquilo que você acha correto. Liberdade é liberdade até mesmo para passar fome, morrer na mão de curadores espirituais(Marcelo Rezende manda abraços) ou mesmo fazer cura gay sem eficácia). Não é correto você dizer "o cidadão é livre pra fazer aquilo que eu acho que ele deve fazer."
    De fato isso tudo que você citou é liberdade, assim como a liberdade de agir se assim quiser (liberdade de agir e liberdade de vontade, vulgo livre-arbítrio, auto-determinação, você é o que você faz - a existência define sua essência, e não o contrário), de forma que se quiser se submeter a picaretagem de um tratamento que critica sua sexualidade é de fato ser mais livre do que não poder fazer. O papel do Estado na questão de liberdade é basicamente limitar liberdades individuais para que estas possam coexistir, pois sem essa mediação o que existiria seria a imposição de liberdade de um sobre outrem, o que geraria um estado de medo e terror, e não precisa viajar muito na myoneasy para compreender que medo é oposto de liberdade. Não há liberdade sem leis. Dessa forma uma liberdade tão individual (buscar tratamento alternativo que bem entender), desde que devidamente esclarecido para a pessoa que aquele tratamento é totalmente carente de efetividade - a ignorância ou restringe ou não propicia a pessoa o bom uso da liberdade, embora ela seja livre para fazer mau uso se mesmo assim insistir, somos criaturas passionais, uns mais do que outros, de forma que quando chamamos uma pessoa de inteligente sem conhecer de fato sua capacidade cognitiva, apenas medindo pela impressão que deixou em nós suas escolhas vulgares, nada mais estamos falando do que elogiando a capacidade de submeter a suas paixões a racionalidade, mesmo que sua racionalidade o leve a atitudes idiotas porque ele de fato é cretino -, não faria sentido ser proibida pelo Estado. Até aqui tudo bem shadow, você tem razão. Inteligente você. De fato tirando o argumento de "por que essa porra é liminar?" não me parecem haver argumentos decentes que não sejam falaciosos - uma suposta exclusão entre a revogacao da determinação de 99 e a políticas de educação sobre sexualidade da pessoa; a suposta fantasia de que com essa determinação o homossexual sofrerá consequência de um preconceito que não existem agora e por ai vai -, se nao fosse pela verdade incontestável (pleonasmicamente) de que a sexualidade é um assunto estigmatizado e portanto delicado. Obviamente é um assunto polêmico - a revogacao da lei e qualquer uma que divague sobre sexualidade -, quem se vender como o grande possuidor da posição correta ou é desonesto ou delirante. E este último é um perigo caso se tenha poder para definir a vida publica. Tal que deveria ser submetido a tratamento não só psicológico (que agora, ao contrário da homossexualidade, tem efetividade, se eu fosse desonesto tal qual poderia dizer que isso é evidência suficiente de que um estado é patológico e o outro não), e também psiquiátrico, o qual alguém como eu acredita de fato que seria um tratamento eficiente se é algo que você quer tratar mesmo, pensa só uns choquitos na cabecita dos baitolitos, sussa, ainda mais para patologias que 1 quadrilhao de anos de desenvolvimento da linguagem, ou seja, a gente ja conversa a tempo pra caralho, a sociedade ainda não conseguiu reverter com conversa, não conseguirá agora. Mas se a liberdade de agir que oferecerei a alguém plenamente responsável por si, e portanto livre para querer, influenciará negativamente na liberdade de agir (embora continue livre para querer), o que por si só, esse desequilíbrio entre liberdades, pode gerar confrontos e sofrimento a quem não pode, temos aqui um assunto que nao da pra se falar com arrogancia. Obviamente isso leva a uma contradição: ao restringir, volte para o primeiro essa restrição na liberdade de agir, tal qual era até semana passada, mas aqui entra outras variaveis: qual população é mais frágil, qual teria menos meios de agir na medida da liberdade que ja temos hoje é, o principal, o quanto isso contribuí e contribuirá para estigmatização. E mais, analisando friamente, e com isso quero dizer que analisando a realidade, sem máscara de discurso ideológico (inclusive a sua que acredita em liberdade plena, talvez aqui eu deveria revogar o adjetivo com o qual te qualifiquei acima, se nao tiver sido uma ironia), a picaretagem não é liberdade para aqueles que cairiam nela, estaria reforçando todo este problema para na verdade favorecer grupos excusos. Ok, de certa então estaria aumentando a liberdade de alguem, para quem gosta de discurso de mais liberdade e de que qualquer liberdade é boa (que lindo seria planar pelo ar se nosso corpo físico não habituado a voar não nos privasse disso, mas eu gosto de não precisar fazer xixi e coco pelo mesmo orifício, embora concorde que seria muito mais benéfico incubar nossa prole fora de nosso corpo que no interior), mas obviamente seriam grupos que buscam o benefício pessoal sem levar em conta o prejuízo de todo resto da sociedade. Como o interesse econômico de alguns e o interesse por legitimar discurso homofobico de instituições políticas que se disfarçam sob argumentos metafísicos, moralmente falando é de certo ponto inadequado, fico de certa forma com um pé atrás.
    Daí te deixo uma questão para reflexão (só reflita, não quero saber de suas preferências): você já imaginou como seria se com o coco e o xixi saindo pelo mesmo local você fosse obrigado por natureza a fazer xixi sentado (ou coco em pé), ao invés de ser livre para escolher suas preferências? Ou só dobrar parcialmente os joelhos, um meio termo para os indecisos (ou mulher no mato). De fato não sei se seria muito bom ser uma homem-ave. Mas acredito que sendo esse o estado basal, natural e preferido pela Natureza (ou Deus se você é um religioso safadenho que quer humanizar o universo para se conciliar por ele ter te feito tão feio, mortal e heteronormativo), as vezes não seria algo que te faria falta não ter a opção da escolha. Não vamos entrar nesse mérito.
    Última edição por Sete; 21-09-2017 às 20:46.

  5. #15
    Avatar de Elementar
    Registro
    23-02-2016
    Localização
    São Paulo
    Posts
    948
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Main CitizenCríticoAdepto do OffDebatedor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Quando junta uma manada de analfabetos funcionais com doutrinadores ideológicos, dá nisso.
    Pô, eu também sou contra esse espantalho criado, um declive escorregadio argumetativo.
    O próprio juiz é contra considerar a homossexualidade um doença. Se ele fosse analfabeto, protestaria contra ele mesmo.
    :cholamais: SJW





    Última edição por Elementar; 22-09-2017 às 02:30.
    http://i.imgur.com/QCs2kbN.gifv

    “O mundo está cheio de coisas óbvias que ninguém jamais observa." Sherlock Holmes

    Método - Power Magic Level
    10/10
    Frases filosóficas



Tópicos Similares

  1. Respostas: 16
    Último Post: 15-02-2013, 08:53
  2. Respostas: 5
    Último Post: 10-05-2008, 03:29
  3. Libera WAR ??
    Por Shun no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 22
    Último Post: 11-10-2004, 10:25
  4. issu aqui eh pro pessoal de libera! (druid)
    Por LUCAS THE MASTER no fórum Druid
    Respostas: 4
    Último Post: 03-10-2004, 13:35
  5. SS War in Libera
    Por Druid Heaton no fórum Tibia Screenshots
    Respostas: 2
    Último Post: 29-09-2004, 14:16

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •