Agradecer Agradecer:  0
Curtir Curtir:  0
Página 1 de 11 123 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 104

Tópico: O ultimo mestre mágico

  1. #1
    Avatar de Whes
    Registro
    21-12-2009
    Localização
    Goiânia
    Posts
    258
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EscritorCríticoDebatedorEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão O último mestre mágico

    Sinopse


    Capítulo 2
    Capítulo 3 - Parte 1
    Capítulo 3 - Parte 2
    Capítulo 3 - Parte 3
    Capítulo 4
    Capítulo 5
    Capítulo 6 - Parte 1
    Capítulo 6 - Parte 2
    Capítulo 6 - Parte 3
    Capítulo 6 - Parte 4
    Capítulo 7
    Capítulo 8
    Capítulo 9
    Capítulo 10
    Capítulo 11
    Capítulo 12
    Capítulo 13
    Capítulo 14
    Capítulo 15
    Capítulo 16
    Capítulo 17
    Capítulo 18
    Capítulo 19
    Capítulo 20 - Parte 1
    Capítulo 20 - Parte 2
    Capítulo 20 - Parte 3
    Capítulo 20 - Parte 4



    Em Tibia, uma terra insana, cavaleiros, magos e paladinos, lutavam para sobreviver contra os ferozes monstros, mas os humanos nem sempre são amigáveis com eles mesmos, muitas guerras já aconteceram entre eles, desentendimentos e conflitos são comuns, vários deles tem conseqüências terríveis. Existiam dois tipos de magos: Sorcerer e Druida, que nunca entraram em um acordo. Seus líderes eram chamados de Máster Sorcerer e Elder Druida, a elitemágicade seu grupo, mas existiam lendas de outros tipos de mágicos... Apesar disto, muitos deles vivem em paz.



    Livro 1: Os mistérios de uma destruição...


    Capitulo 1: Cartas sagradas.

    Tyrun era um Druida que morava sozinho em uma caverna próxima da cidade de Carlin. Lá ele meditava todos os dias, aumentando seu poder mágico cada vez mais. Vestia uma roupa azul com detalhes pretos, usava em seu pescoço um colar com a alma de sua falecida mãe. Tyrun era experiente, poderoso e, diferente de vários magos, não tinha a grande barba, marca registrada deles. Não apoiava as batalhas que ocorriam contra os Sorcerers. Tinha muitos amigos, mas não era de receber muitas visitas. Mesmo com essa solidão toda levava uma vida tranqüila, até que um dia, enquanto meditava, ouve um som estranho fora de sua caverna, quando saiu, uma carta se apoiava nos finos gramados do território carliano. Ele se abaixou para pegá-la com delicadeza. A pequena carta era velha e com letras de difícil de entendimento.

    - uma carta? Pra mim?

    A carta contava o primeiro capítulo da lendária história de Ryoran, que o deixou intrigado.

    - Interessante... mas sem remetente... Quem teria me enviado? – disse enquanto o timbre de sua voz tentava encontrar alguém para ouvi-lá.

    Passaram-se uma semana, e outra carta com o capítulo 2 chegou, e outra semana, outra carta, e a cada semana recebia uma carta com o próximo capitulo, todas as cartas no mesmo estado, no 6º capítulo ele percebeu uma mancha azul que era completamente desconhecida para Tyrun, no 7º e último capítulo o remetente apareceu.

    - Legal um dos heróis tem meu nome. Agora sim, o remetente, ‘’K’’? Não, não é um K, será? Não da para ver, deve ser um K sim... Mas quem seria? Talvez, Karter, o grande cavaleiro do norte? Não... Ele saiu em uma aventuracom uma Elfa, não pode ser ele, bem, a história e interessante, não sei porque me enviaram mas guardarei ela – disse enquanto juntava todos os capítulos e os colocava na estante e apoiava uma pedra fina sobre elas para que não voassem.

    Então saiu de sua caverna para respirar um pouco de ar fresco, de repete, ouviu um pequeno som e um clarão de luz e um raio azul caindo em direção ao oeste, rumo de Folda e instantes depois um tremor foi sentido. Tyrun era um dos guardiões de Folda, especializado em magias de gelo o que lhe ajuda muito para sobreviver no frio quando ele fica encarregado de fazer a vistoria geral. Então Tyrun correu rapidamente até o local, mas no caminho estava um grupo de lobos enfurecidos que, como sempre, o atacou.

    - vira-latas... sempre me atrapalhando.

    Com apenas um pequeno poder ele congelou todos os lobos facilmente e continuou o seu caminho rumo à jangada que levava a ilha gelada. Quando chegou a Folda viu tudo normal, sem entender o que houve, andou mais um pouco para ver se encontrava o guardião que deveria estar protegendo a ilha nesse dia, quando andou um pouco mais ele sentiu um tremor e neve subindo no ar, quando a neve abaixou revelou uma criatura forte, de pele grossa e branca, com olhos azuis brilhantes, muito parecidos com o de Tyrun que era levemente azulado, mas essa criatura era o lendário Yeti, o ser do local que Tyrun mais gostaria de conhecer.

    - Yeti, finalmente nos encontramos – disse sorridente - não sou inimigo, não se preocupe...

    A criatura, contrariando seus instintos de não atacar os guardiões por também ser um protetor de Folda, avançou em Tyrun e atingiu um soco feroz na neve perto do mago fazendo a neve subir e o solo abaixo tremer. Nosso herói não conseguiu entender a atitude da criatura, Yetis sempre foram pacíficos com os guardiões e eram sempre bons com os punhos, jamais erraria a uma distância tão próxima.

    - Yeti! – gritou desesperado – sou Tyrun da primeira classe dos guardiões de Folda! Por que me ataca? – mas seus gritos foram em vão, a criatura novamente se prepara para o ataque.



    Próximo Capitulo: Um monstro mais forte do que aparenta, uma pessoa misteriosa, e uma nova carta, não percam!


    Publicidade:
    Última edição por Whes; 15-02-2013 às 23:56.

  2. #2
    Avatar de Jotinha
    Registro
    27-11-2004
    Localização
    Jundiaí
    Idade
    28
    Posts
    965
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Main CitizenAdepto do OffCríticoCitizen
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão Hmmm...

    Lol...

    Quero deixar uma coisa bem clara, a grande parte dos meus comentários possui um fundo muito particular. Por isso raramente uso expressões "correção" e outras do gênero. São particularidades, verbetes ou situações que me agradariam, talvez somente a mim.

    Deixando isso claro, vou dar minha impressão do texto:

    Antes do início do capítulo você faz uma pequena descrição sobre o universo tibiano. Não faz sentido, estamos em um fórum de Tibia. Qualquer pessoa que entrar em sua história concerteza conhece Tibia. Essa introdução só serviu para dar volume ao texto afastando leitores mais sensíveis.

    Outra coisa que vai deixar bem claro o que eu disse o início do meu post, não aprovo o uso de palavras em línguas estrangeiras. Prefiro druida, feiticeiro ou mago ao invés de druid e sorcerer. Mas o uso de outras palavras é totalmente aceitável, principalmente se levarmos em conta o background do fórum, o Tibia, que tem como língua oficial o inglês (mesmo seus desenvolvedores serem de origem germânica).

    Alguns outros detalhes, a passagem de tempo é muito rápida, acredito que não tenha sido proposital. Quem entrega as cartas? Como é o personagem principal? A única coisa que eu notei foi que ele adora falar sozinho, tudo bem, não é muito normal mas eu também faço isso.

    Bom, por enquanto é isso...

    []'s

    Jotinha

    19:31 GM Ryrik Danubia [2]: Good bye everyone, thanks for all of the great memories :-)

  3. #3
    Avatar de Whes
    Registro
    21-12-2009
    Localização
    Goiânia
    Posts
    258
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EscritorCríticoDebatedorEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Fail .-.
    ''e vivem em guerra''
    falto essa parte na parada la, por isso estranhei quando vc flo isso, ja alterei, malz, nao sei se foi falha minha porque eu copiei e colei do word, e la ta, ao menos era pra ta


    e a lingua, e, mas acho que fico de boa



    Sim, alguns interpretam como um anime, sempre os personagens falam sozinhos .-. mas tambem para não ficar so o narrador falando e para alguns entenderem mais como e ele, ate na fala
    e quem entrega a carta, realmente concordo, vou alterar la, ve se fico melhor, acredito que sim



    Comentem ae galera, fiz essa outra história porque me disseram pra faze, ela deve ficar um pouco grande mas... depois posto o segundo capitulo =D

  4. #4
    Avatar de Karasutengu
    Registro
    03-10-2009
    Localização
    Elsewhere
    Posts
    196
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas DebatedorEstagiárioCitizen
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Continue fazendo! hehe!
    Eu adoro Folda, então já é um atrativo a mais para eu ler...

    Abraços!
    Duos habet et bene pendentes.

    --As Escrituras--
    GARR E GUUK
    A ILHA DAS LAMENTAÇÕES
    MAKUMBADO, A MAKUMBA DEU ERRADO!
    Pepperman

  5. #5

    Registro
    26-08-2010
    Localização
    Rio Vermelho
    Idade
    22
    Posts
    36
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EstagiárioNewcomer
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    LoL foi até legal






  6. #6
    Avatar de Whes
    Registro
    21-12-2009
    Localização
    Goiânia
    Posts
    258
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EscritorCríticoDebatedorEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    No capítulo anterior...
    Tyrun recebe uma história de um remetente desconhecido, Folda é abalada por um tremor e um Yeti tenta golpear Tyrun.



    Capitulo 2: Aparição estranha.

    A criatura se enfureceu e atacou Tyrun com vários socos mas ele desviou dos golpes do inimigo apenas dando leves saltos para trás. O grande mago percebeu que a criatura não estava mesmo querendo atingi-lo, os golpes eram muito lentos e não visavam acertar, então o que ele queria? Mesmo assim foi forçado a tentar pará-lo. Tyrun tentou usar uma magia para parar a criatura, mas em vão. A criatura então mirou forte no solo e atingi um soco, fazendo a neve subir o bastante para torná-lo invisível para os olhos do druida, e então o atingiu com um soco em cheio no rosto, arremessando-o para longe. A resistência de Tyrun salvou sua vida. Como guardião do local não queria ter que derrotar a criatura, mas era necessário. Apontou os dois braços frontalmente e espalmados e disse levemente, com os olhos fechados: Exevo Frigo Hur! E acertou a criatura com várias estacas de gelo e um ar congelante, logo em seguida congelou a criatura num esquife de gelo.
    Cansado e um pouco zonzo, Tyrun vasculhou toda a ilha de Folda atrás de alguma pista sobre o ocorrido, ou pelo menos o guardião que devia estar monitorando, mas não encontrou nada... Nem mesmo onde achava ter visto a grande luz, então seguiu, frustrado, o caminho de volta para a jangada que levava de volta para Carlin, mas se assustou completamente quando encontrou o esquife de gelo destruído sem o Yeti.

    – Impossível... Será que subestimei demais o Yeti? Nunca enfrentei um oponente que conseguisse quebrar meu esquife de gelo.

    A criatura apareceu atrás de nosso herói e o atingiu, arremessando-o novamente, arrastando seu rosto no chão e depois rolando sobre a neve. Um tremor começava a ocorrer, alguns lugares da ilha começaram a afundar e a água começou a entrar mais no local, ferido com o golpe do monstro, Tyrun se levantou com o rosto coberto por neve, balançou cabeça para retirá-la, depois Tyrun finalmente percebeu o tremor.

    - O que está acontecendo? Tenho que sair daqui!

    Mas o Yeti estava decidido a impedir e atingiu Tyrun com um soco no ombro direito. O tremor fez a neve subir fazendo ficar dificultando a visão. Svenson, o dono da jangada gritava pedindo pressa ao nosso herói pois não podia esperar muito, e então Tyrun, pressionado, decidiu usar sua magia mais poderosa.

    – Sinto muito Yeti, mas vai ser necessário... EXEVO GRAN MAS FRIGOOOO!

    Furacões de gelo apareceram acertando e derrotando a feroz criatura. Tyrun, ferido, correu e entrou pulando na jangada, fazendo-a bambear e espalhar água, e junto com Svenson e saíram do local, mas enquanto fogiam enxergaram uma sombra no meio da neve, uma pessoa, andando apoiado a algo que parecia ser uma bengala, mas não podia ser, era maior que uma bengala comum, a pessoa apontou para eles e no dedo começou a se formar uma bola de luz azul que começava a escurecer e crescer, o dono da jangada virou-a, mas a pessoa continuava apontando para eles.

    – mas quem será ele? Por que aponta para nós? Que poder e este? – o coração de Tyrun dispara freneticamente, com medo do poder desconhecido do misterioso homem.

    Mas a magia começou a perder forças e se desfez. A misteriosa pessoa deu as costas e andou um pouco até desaparecer na nuvem de neve que sobrevoa o local, junto com água e rochas. Após um tempo boiando, voltaram e se depararam com a ilha praticamente intacta, como isso era possível? Mesmo estranhando muito, voltaram para Carlin. Tyrun se dirigiu pensativo e exausto, até sua caverna quando encontrou mais uma carta, de dois irmãos também guardiões de Folda. Tyrun levantou a carta e a leu com a mente.
    "Ei Tyrun somos nós, Leno Sepherkwia e Odeck Sepherkwia, daqui de Darashia vimos uma luz forte vinda de Folda, está tudo bem? Em Yalahar está havendo invasões constantes de Vampiros, muitos estão assustados, aparecem à noite e atacam todos sem piedade, e não e só em Yalahar não, Thais e Venore foram invadidas por Orcs e Elfos a noite também, algo muito estranho está acontecendo com as criaturas... Aguardamos noticia pelo ocorrido em Folda, ah, e se vir nosso irmão Krucius, nos informe.”


    Tudo era muito estranho para Tyrun, mas logo respondeu a carta e seguiu para Carlin para envia-lá e ir a Yalahar de navio. Ao dar seu primeiro passo fora de casa sentiu uma presença enorme vindo de suas costas, olhou para trás rapidamente, um vulto rasgou o ar mais veloz que os olhos do druida, que não pode entender o que aconteceu. Continuou rumo a Carlin até que foi surpreendido por uma pessoa em seu caminho que não o deixava passar.

    - Ei estou com pressa, saia do meu caminho – disse Tyrun com desdém.
    – Você é um Druida e um dos cinco últimos guardiões de Folda, não e mesmo? – perguntou o homem, com vestes negras.
    – Quem quer saber? – disse Tyrun mais sério.
    – Não deveria falar assim com alguém como eu... Sou Krinter.
    – Olha Klinter... Krinter - fez uma pausa e puxou um pouco de ar - ou seja lá como for, eu to muitos problemas com esse K. Sim sou um guardião de Folda e então se me der licença vou para Yalahar...
    – Ah vai sim... Vai MORTO!


    Próximo Capítulo: Um suicida, o reencontro, a perseguição.
    Última edição por Whes; 18-02-2012 às 12:39.

  7. #7
    Avatar de Jose Cuervo
    Registro
    14-12-2009
    Posts
    6.346
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas Repórter
    Kevin PostnerOffistaColunistaEscritor
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    cara achei legal, você não precisa ser um redator, nem escritor de livro pra postar aqui, mas o que vale a pena é imaginar não é? pelo menos eu gostei

  8. #8
    Avatar de Whes
    Registro
    21-12-2009
    Localização
    Goiânia
    Posts
    258
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EscritorCríticoDebatedorEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Capitulo 3 Parte 1: o rapto misterioso, a vingança sanguinária


    Tyrun – Você só pode estar brincando... Vou seguir meu caminho, adeus.
    Krinter – Como ousa me ignorar, vai morrer! <movimento mágico>
    Tyrun – (risos) você não pode estar querendo usar mesmo está magia contra mim... Vai morrer, e ainda posso conseguir bloqueá-la fazendo sua morte ser em vão... Por que quer me matar?
    Krinter – Você jamais saberá! <movimento mágico>
    Tyrun – <assustado> você quer mesmo fazer isso? Essa magia e proibida pelos sorcerers se você usá-la vai morrer e já disse que posso bloqueá-la
    Krinter – MENTIRA! E impossível, então morra! Balança do Inferno!
    Tyrun – PARE Já! <vê que e impossível então ergue os braços e...> Extinção Estrelar!

    Uma luz intensa e maravilhosa surge das mãos de Tyrun, as duas magias se chocam, no meio dos poderes a luz ilumina tudo até mesmo Carlin, o poder delas e impressionante, uma faísca sai e fere o braço de Tyrun que sofre um leve ferimento, mas acaba que Krinter não suporta a magia de Tyrun por não ter usado a sua perfeitamente, então e derrotado, caído quase morto, Tyrun se aproxima do adversário derrotado.

    Tyrun – Nem mesmo o sorcerer mais poderoso poderia usar está magia, e seria impossível usá-la perfeitamente, quem lhe enviou aqui para me matar?
    Krinter – Essa sua ma... Magia, e impossível... Que alguém como você... <morre>
    Tyrun – Ei espere me diga o que tem minha magia? Vamos diga, não morra ainda, eu mesmo não sei muito sobre essa magia que uso...


    A Balança do Inferno e uma magia proibida pelos sorcerer por ser extremamente poderosa fazendo quase sempre que quem a usa e quem e atingido morra.
    Tyrun estranha muito, ele mesmo não sabe como aprendeu a sua magia que usou para derrotar o adversário há poucos instantes, mas aperfeiçoou muito essa magia, mas nem ele sabe explicar como conseguiu usá-la e jamais viu outra pessoa também usando, então depois de conseguir mais um mistério se dirigi ao porto de Carlin e segue para Yalahar. Durante a viagem Tyrun não para de pensar: ‘’quem será aquele homem em Folda? Como o Yeti conseguiu sair de meu esquife e por que me atacou? Quem era aquele homem que me atacou? O que tem está minha magia?’’
    Chegando ao local já de manhã, Tyrun vai se encontrar com seus dois amigos, os reis de Yalahar, Luh Moon e Lesattio, o casal de cavaleiros mais admirados do mundo, pela lealdade, coragem e honra que tem com Yalahar foram nomeados reis. Tyrun chega ao castelo de seus amigos, os guardas não o deixam passar ate que Lesattio aparece no portão e reconhece o amigo então permite a entrada.




    Lesattio – Tyrun! Há quanto tempo <se cumprimentam>
    Tyrun – Verdade, amo essa cidade, mas não costumo vir muito aqui, mas e bom reencontrá-lo novamente, onde está a Luh?
    Lesattio – Foi caçar, pra descontrai depois de tantas invasões... Mas bem, o que te leva finalmente a minha cidade?
    Tyrun – Ouvi dizer que vampiros estão invadindo muito aqui... Mas foi para vê-los novamente também...
    Lesattio – Bem, o que e isso em seu braço? Está ferido, como se cortou?
    Tyrun – Ah amigo... E uma longa história...
    Lesattio – Ainda e manhã temos tempo, posso ouvi-la


    Depois de contar tudo que ouve, desde Folda ate o homem que tentou matá-lo, Tyrun e Lesattio passam a tarde toda conversando, após muito tempo Tyrun se despede e aproveitando que está em Yalahar vai se encontrar com uma amiga, mas quando chega a casa dela percebe que não tem ninguém. Anda um pouco ate ver outra luz azul, como viu em Folda. Olha para o céu e do nada começa a escurecer, então Lesattio aparece atrás de Tyrun.

    Lesattio – E agora... Sempre que essa luz aparece à invasão acontece... Vampiros vêm com toda a sede de sangue, pega as pessoas em fim de caçada e as ataca chupando seu sangue até a morte... Vasculham toda a cidade atrás de algo que não acham, ficamos muito atentos sempre... Eu e a Luh... <se lembra>
    Tyrun – Mas a Luh ainda está caçando! Vamos procurar ela
    Lesattio – Acalme a Luh e forte e experiente, ela já deve está voltando <olha melhor para o portão de Yalahar que separa da parte onde vive os vampiros> olhe ela vindo...
    Tyrun – Nossa, ela e rápida, e está carregando alguém

    Luh chega com uma menina nos braços, depois a coloca de pé no chão. E Natarine, a amiga de Tyrun, ela ainda estava caçando quando os vampiros começaram a aparecer e então Luh Moon a salvou.

    Luh Moon – Bem meninos, tenho que levá-la para a casa dela, as ruas de Yalahar não estão segura durante essas invasões, ah, oi Tyrun, quanto tempo

    Antes que pudesse responder, vê um grupo de pessoas de capa preta meio rasgada se aproximando, então percebe que são os vampiros, que em um piscar de olhos já cerca nossos heróis, então os atacam, Lesattio retira sua espada e corta os vampiros numa velocidade inacreditável, Luh protege Natarine, mas ainda sim com sua espada consegue matar os vampiros que as atacam, Tyrun para ajudar usa suas magias de gelo mas não são o bastante e é atingido mas Lesattio mata os vampiros restantes.
    Achando que já estavam tudo bem, seguem para a casa de Natarine e a deixa, Tyrun nem pode se despedir, mas foi melhor para ganharem tempo, então os três seguem para o castelo onde Tyrun passaria a noite, mas antes avistam um outro vampiro sozinho, parado, com a roupa completamente rasgada, no meio da rua, olhando para a casa de Natarine...


    Lesattio – Mais um? Vou acabar com ele...
    Tyrun – Espere! <segura o braço de Lesattio> ele não parece querer atacar, vamos sair do olhar dele, veja só <saem da visão do vampiro> ele não está olhando para nós...

    Então a criatura corre para a casa de Natarine e arranca a porta e procura à garota, nosso heróis entram para deter, Tyrun sobe no balcão, a feroz criatura se dirigi a porta do quarto de Natarine quebrando o balcão, então entra no quarto, a garota se assusta e encosta na parede, o vampiro corre em direção a ela mas atrás Tyrun aparece, ergue o punho e raios de luz de gelo saem de seu punho e congelam o corpo da criatura exceto a cabeça, e mesmo assim a criatura insiste em alcançar a moça com a cabeça, mesmo com Tyrun do lado a criatura nem da atenção a ele, o vampiro estava muito agitado e se mexendo para quebrar o gelo e alcançar a garota, mas Tyrun termina congelando também a cabeça dele.

    Natarine – O que e isso? <tremendo>
    Tyrun – Eu estava certo... Ele queria algo da Natarine...


    Tyrun olha para a janela, então vê um individuo encima do muro de Yalahar, mas não tinha a capa de vampiro, então olha mais perto (apesar de estar longe) e acredita reconhecer a pessoa, uma pessoa alta, forte, com uma varinha nas costas, então ele levanta as mãos e mais vampiros aparecem, Lesattio e Luh chegam ao quarto, quando de repente mais vampiros aparecem quebrando a porta e as paredes e raptam Natarine e imediatamente sem hesitar nossos heróis correm atrás deles em busca da garota, o homem que Tyrun viu foge em direção a onde os vampiros estavam indo... Nesse momento Tyrun pensa ter escutado alguém o chamar, mas mesmo assim continua a persegui-los.
    Última edição por Whes; 26-09-2012 às 07:17.

  9. #9

    Registro
    13-06-2010
    Localização
    Porto Alegre
    Posts
    351
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas CríticoDebatedorEstagiárioCitizen
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    História bem criativa, mais muito clichê... Acho que você deveria aumentar mais o conteúdo e deixar a história mais intrigante e misteriosa.

  10. #10
    Avatar de Whes
    Registro
    21-12-2009
    Localização
    Goiânia
    Posts
    258
    Conquistas / PrêmiosAtividadeCurtidas / Tagging InfoPersonagem - TibiaPersonagem - TibiaME
    Conquistas EscritorCríticoDebatedorEstagiário
    Peso da Avaliação
    0

    Padrão

    Capítulo 3 Parte 2: O Reencontro proibido, a morte sombria


    Tyrun – Ei Lesattio, onde estamos indo?
    Lesattio – Acredito que estão indo ao Circulo da Dor
    Tyrun – Circulo da Dor?
    Lesattio – E um lugar horrível... Só estive lá uma única vez, e lotado de vampiros, classe B e A, e a boatos que o lendário vampiro classe S também vive lá
    Tyrun – Vampiros classe B, A e S? O que é isso? Nunca ouvi falar
    Lesattio – Poucos sabem, mas nos dividimos os vampiros em classes, a mais fraca e a D, vampiros com um olho ligeiramente avermelhado, iniciantes caçam eles ao redor de Yalahar, logo em seguida vem os classe C, um pouco mais perigosos, as classes B que são os que os grandes caçam são perigosos e sanguinários e não perdoam, e os que eu caço são os classes A, os vampiros mais fortes, que juntos podem fazer um belo estrago
    Tyrun – e o que seria essa classe S?
    Lesattio – não se sabem se ele realmente existe... É o líder dos vampiros, o mais temido e poderoso, que dizem que nem o ser humano mais poderoso poderia vencê-lo...
    Tyrun – Interresante...

    Nossos heróis percebem que os vampiros começam a entrar em um lugar muito escuro, e os seis vampiros que levavam e escoltavam a garota se misturam, fazendo nossos heróis se confundirem com quem ela está e para piorar as criaturas se dividem duas para cada lado, então decide em cada um seguir um grupo e depois se encontrarem mais a frente, divididos por grandes muros, Lesattio segue os vampiros da esquerda, Tyrun os da frente e Luh Moon os da direita.

    Lesattio continua correndo devagar para ver até onde iriam os vampiros, até quando está chegando a um local onde não pode ver mais nada mais a frente, apesar de está equipado com uma tocha extremamente potente com uma luz branca que ilumina quase todo o local, ele não queria se arriscar. Então retira sua espada e salta sobre um dos vampiros colocando ela debaixo de seu pescoço e quando aterrissa no chão a cabeça da feroz criatura e arrancada e rola pelo chão. Lesattio corre atrás da outra criatura que entra na escuridão onde não podia se enxergar nada, nosso herói pega sua tocha e acende então se espanta, nunca viu tantos vampiros juntos, mas todos fogem para suas casas pela luz branca, Lesattio anda mais um pouco para frente até ver um homem no chão...

    Tyrun começa a ficar para trás, então usa sua magia contra o chão para arremessá-lo cada vez mais para chegar até as criaturas que logo quando chegam a uma parte completamente escura se dividem cada um para um lado, fazendo Tyrun ter que escolher um dos dois, e segue para a esquerda... Não enxergando muito bem, opta em continuar a caçar o vampiro vendo apenas um único pedaço de sua capa, então sem perder tempo, ergue o punho onde uma bola de gelo extremamente fria se concentra, então aponta para o vampiro e o atingi, a magia faz uma luz temporária permitindo que Tyrun veja o que está por perto, mas vê que a criatura não estava com Natarine então segue para a direita para ver se encontra a garota.

    Luh Moon não tem dificuldades, rapidamente salta e decapita as criaturas com extrema facilidade, então segue para a escuridão com sua tocha branca, já conhecendo o caminho e sabendo aonde vão se encontrar.

    Lesattio se aproxima do pobre homem... Que mesmo deitado e aparentemente ferido, levanta a cabeça e olha para quem segue até ele, Lesattio deixa sua tocha e sua espada cair e anda vagarosamente até o homem que ainda está longe.

    Lesattio – E... E... E você?
    [Homem] - <com uma voz roca> há quanto tempo... Lesattio... Sempre soube que ia me buscar...
    Lesattio – Más... Eu não posso acreditar... <chora> você ainda está vivo... Meu...<ergue as mãos para abraçá-lo>

    Então antes que pudesse terminar a frase, o segundo vampiro aparece e segura o homem, o levanta até o topo do murro e tenta morder, mas rapidamente o homem usa uma técnica impressionante, consegue deter a criatura e rapidamente ainda segurar sua espada e retalhar o feroz vampiro classe A como se fosse brinquedo, Lesattio não tem mais duvidas... Então outro homem aparece, Lesattio pega sua tocha e aponta a luz para o homem para ver quem é, mas antes que pudesse ver o homem a quem Lesattio procurava e coberto por uma magia negra e desaparece junto com o outro homem, Lesattio não consegue acreditar, segue rapidamente o caminho para reencontrar seu amigo e sua esposa.


    Natarine – Sai seu bicho feio, ta me machucando!

    O vampiro que a carregava então acaba a soltando e a garota cai, com sua perna gravemente ferida ela se levanta, tremendo muito ela ainda consegue andar até pisar em ossos, mas encontra uma tocha, quando olha melhor, está na boca de uma cabeça de homem morto, uma cabeça apodrecida pela falta de sangue e pelo tempo. Ela então coloca a mão na boca, vira o rosto e com a outra mão arranca a tocha que quebra os dentes do pobre homem morto, ela a acende, mas a luz e baixa mal consegue enxergar o que está a sua frente, sem ver nada e ainda ferida, com medo e tremendo ela anda pelo local sem nenhum rumo, até ouvir vozes e quando aponta a tocha para frente ela consegue ver um vampiro agachado e vozes de uma moça gritando e gemendo, o vampiro corre, ela começa a ouvir sons de algo correndo até ela em círculos, ela então vira com a tocha para frente para tentar ver e grita de medo, até que quando para, levanta a tocha em rumo de seu rosto e vê em sua frente a cena mais horrível de sua vida até o momento, um vampiro com dentes destroçados e um rosto pálido, com olhos vermelhos escorrendo sangue e sorrindo para a garota, então ela grita o mais alto que pode e cai no chão e se encolhe morrendo de medo da criatura. Passa um tempo e nada acontece com ela, em uma atitude de coragem ela pega a tocha e aponta para os pés da criatura, ela percebe que começa a derreter muito lentamente, então se levanta e aponta para a criatura que está parada imóvel

    Tyrun – Se assustou? <aparece atrás da garota>
    Natarine - <leva um imenso susto> Tyrun! E claro <anda para trás até tocar no vampiro, então grita e agarra Tyrun>
    Tyrun – Bem... Vamos enxergar um pouco melhor... UTEVO VIS XUY RAI MAS LUX

    Então toda a noite vira dia, e todos conseguem ver a grande luz que se formou em todo o local, atravessando até mesmo os grandes muros, mas quando Tyrun e Natarine olham para frente vêem o homem que Tyrun havia visto, sentado e logo atrás dele um grande muro, onde encima havia uma garota e um vampiro abraçados, a garota tentava se soltar, mas o vampiro não quis deixar, e então ele começa a morder a garota e chupar seu sangue... Natarine reconhece a garota e grita seu nome: ‘’Malta Astaroth’’! Então, chora e se abraça a Tyrun novamente tampando a visão para não ver a horrível cena. Tyrun então à solta, pega uma faca e a congela com magia e joga em direção a criatura que, após de saciar-se com a garota, joga-a violentamente no chão, a faca voa rasgando o vento e acerta o pescoço da criatura e desaparece no céu. Natarine vira-se e diz que nada acontece. Tyrun pede para ela olhar melhor e então o pescoço da criatura lentamente desliza e cai...

    Publicidade:
    Última edição por Whes; 26-09-2012 às 07:16.



Tópicos Similares

  1. Ultimo dia de aula, conte como foi o seu.
    Por Darak no fórum Fora do Tibia - Off Topic
    Respostas: 39
    Último Post: 29-11-2009, 23:02
  2. Concurso de Roleplay Telling 2009 - PRIMEIRA FASE
    Por Lucas CS no fórum Roleplaying
    Respostas: 41
    Último Post: 08-11-2009, 04:03
  3. GUIA PARA UM D&D MAIS OLD-SCHOOL
    Por HeadShotCruzado no fórum Roleplaying
    Respostas: 4
    Último Post: 15-10-2009, 23:26
  4. Mestre dos mestres
    Por mestre curiosso no fórum Grandes Nomes
    Respostas: 22
    Último Post: 20-09-2009, 23:50

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •